Globo perde gol do Brasil durante as homenagens às famílias das vítimas de Chapecó

Foi até curioso: Galvão Bueno recebia Jackson Follmann, goleiro da Chapecoense que sobreviveu ao desastre, na cabine de transmissão.

E no meio da conversa, quando o atleta contava que pretendia seguir carreira de dirigente no clube, Galvão chamou Dona Ilaídes, mãe do goleiro Danilo, que estava acompanhada por uma repórter da Globo local em Cianorte, no Paraná.

E, enquanto conversavam, e a mulher que virou o símbolo da recuperação do clube perguntava a Galvão como ele estava se sentindo neste momento, o Brasil marcou um gol com Dudu, depois do lançamento de Fagner.

Imediatamente, Galvão interrompeu a entrada ao vivo e pediu que Raphael Henzel narrasse o momento do gol brasileiro retroativamente – com imagens recuperadas.

Entre a emoção do gol e a da solidariedade, os telespectadores ficaram divididos entre ambas.

 

Yahoo

26/01/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *