Suspeito de integrar facção morre em troca de tiros com a PM de Alagoas

SSP disse que ele pretendia atear fogo a uma delegacia e uma lotérica. Ainda de acordo com a secretaria, suspeito reagiu a abordagem policial.

Um suspeito de integrar uma facção criminosa morreu durante uma troca de tiros com a polícia na noite deste domingo (29), no bairro do Pinheiro, em Maceió. De acordo com a secretaria de Segurança pública (SSP), ele pretendia atear fogo a uma delegacia e uma casa lotérica.

Uma denúncia anônima levou o serviço de inteligência da Polícia Militar e guarnições da Radiopatrulha até o local onde o suspeito estava. Segundo a SSP, a informação era de que o homem estaria planejando atear fogo a órgãos públicos.

A secretaria comunicou que, quando os policiais chegaram ao local indicado, foram recebidos a tiros. Os militares revidaram e o suspeito, conhecido como “Irmão Baiano”, foi atingido e morreu.

No imóvel foram encontrados várias garrafas com coquetel de molotov – artefacto usado para atear fogo, e um cartaz reverenciando uma facção. A arma utilizada pelo suspeito, um revólver de calibre 38, foi apreendida.

A SSP informou que Baiano planejava atear fogo a uma delegacia e uma casa lotérica no bairro do Jacintinho na madrugada de segunda-feira (30).

Ataques a agências bancárias
Cinco ataques foram registrados em agências bancárias do estado nos últimos dias. Os suspeitos foram identificados.

Na terça-feira (24), um incêndio de pequenas proporções atingiu caixas eletrônicos de uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF), no centro da cidade de Atalaia.

No domingo (22), duas agências bancárias foram incendiadas, uma delas foi em Arapiraca, no Agreste e, a outra, em Rio Largo, na Região Metropolitana de Maceió. No mesmo dia, foi registrado um ataque a uma agência do Banco do Brasil em Atalaia. Também houve um ataque na agência do Itaú em Maceió.

g1

30/01/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *